Vale Histórico ganha marca turística para aumentar o fluxo de visitantes na região

Cidades entre as serras da Bocaina e da Mantiqueira se destacam pela arquitetura colonial, culinária caipira e natureza exuberante

Com o objetivo de fortalecer a identidade dos destinos turísticos de Queluz, São José do Barreiro, Silveiras, Arapeí, Lavrinhas, Areias, Cruzeiro e Bananal, a Secretaria de Turismo e Viagens de São Paulo lançou, na terça, 29, a marca turística Vale Histórico, valorizando a arquitetura da época colonial, a tradição da gastronomia regional tropeira e as inúmeras belezas naturais de municípios localizados entre as serras da Bocaina e da Mantiqueira.

“O projeto ajuda a organizar a mensagem com alma e personalidade, criando vínculos emocionais com os visitantes para promover adequadamente toda a região”, afirmou Roberto de Lucena, secretário de Turismo e Viagens de SP, que participou do lançamento, ao lado de prefeitos e autoridades locais.

Para realizar o trabalho, uma equipe da Secretaria analisou por mais de seis meses, em parceria com o município e a FIA Consultoria, os atrativos de cada um dos municípios e Vale Histórico ganha marca turística para aumentar o fluxo de visitantes na região dados estatísticos do setor, além de realizar entrevistas com o público que visita e mora no local. Arapeí se destaca pelas trilhas e cavernas. Bananal, pelas fazendas históricas de café; e São José do Barreiro, pela natureza e Carnaval com blocos de rua.

A Secretaria está concluindo um trabalho de desenvolvimento de marcas (https://www.turismo.sp.gov.br/place-branding|) para as regiões turísticas do Estado de São Paulo. Até o momento, já foram lançadas as marcas: Vale do Ribeira, Cuesta Paulista, Mogiana, Circuito das Frutas, Mantiqueira Pa Fotosulista e Litoral Norte e Vale Histórico, com participação e envolvimento de moradores das regiões, em todas as etapas.

Foto: Celso Silva

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment