Turismo avança mais de 6% em tráfego, desafiando retração do e-commerce brasileiro

De acordo com o Relatório Setores do E-commerce no Brasil, o setor de Turismo registrou crescimento em acessos no último trimestre de 2023, atingindo sua máxima em dezembro, período em que teve avanço de 6,1% em tráfego, puxado pela demanda das férias de verão. A tendência, inclusive, é que esses números permaneçam em alta pelo menos até março, impulsionados pelo carnaval de 2024.

Na contramão, o comércio eletrônico desacelerou. Depois do ápice de visitas em novembro, por conta da Black Friday, o e-commerce brasileiro registrou queda de 8,6% em acessos, em dezembro. No total, 2,57 bilhões de acessos foram registrados no mês.

Apesar disso, Diego Ivo, CEO da Conversion, observa que após grandes datas comerciais o varejo pode decair em acessos. “A Black Friday é a principal data do comércio brasileiro e, depois dela, é natural que haja uma queda”, explica ele.

Clickbus registra maior crescimento em dezembro

Com o top 3 liderado por Booking, Voe Azul e Airbnb nos últimos três meses de 2023, a marca de comparação de preço e reservas de ônibus se movimenta rumo ao pódio.

Segundo o estudo, o maior crescimento entre as principais marcas foi registrada pela Click Bus, com 44,4% de avanço mês a mês. A empresa subiu quatro lugares e hoje se posiciona atrás do serviço online de acomodações, o Airbnb, em 4ª posição no ranking, com 18 milhões de acessos.

Fonte: Conversion/ 2024

A utilização dos aplicativos pelos usuários para acessar as plataformas de serviços turísticos também cresceu, com avanço de 4,4% em relação à novembro. No segmento, os aplicativos representaram 21,2% do tráfego mensal, totalizando 45,8 milhões de acessos.


(Foto: divulgaçao)

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment