Rio Grande do Norte traz para o Brasil três premiações internacionais

Estado foi um dos destaques durante a ITB 2024, em Berlim, na Alemanha

O Brasil segue fazendo bonito lá fora e trouxe para casa três importantes títulos de reconhecimento para o turismo nacional. O protagonista desse feito é do Rio Grande do Norte que recebeu as premiações durante a ITB 2024, em Berlim, na Alemanha. O município de Tibau do Sul recebeu a certificação na categoria prata do Green Destination, além de levar o 1º lugar entre os top 100 destinos do prêmio Comunidades Prósperas.
Além das duas premiações, o estado também garantiu a certificação bronze da Green Destination para São Miguel do Gostoso. Atualmente, apenas quatro destinos do Brasil possuem a certificação, sendo um em Pernambuco, um em Santa Catarina e os dois no Rio Grande do Norte.
O case de boas práticas de sustentabilidade veio do projeto “O Sorriso das Ostras”, realizado em Pipa (RN), que levou a melhor na categoria “Comunidades Prósperas”. A iniciativa é da Associação dos Produtores de Ostras do Rio Grande do Norte (Aproostras), pelo cultivo sustentável do produto, na conservação do meio ambiente e na criação da rota das ostras como alternativa de produção associada ao turismo.

“Temos procurado orientar os municípios sobre a agenda 2030 – e trabalhar a sustentabilidade de uma maneira mais ampla e inclusiva, ressaltando a questão do turismo responsável, onde entendemos que o poder público, assim como o privado, tem responsabilidade, da mesma maneira que comunidade e o turista também tem essa responsabilidade. Queremos este perfil de turista chegando no nosso destino”, afirmou Solange Portela, secretária de Turismo do Rio Grande do Norte.

TURISMO RESPONSÁVEL – A promoção, a preservação do meio ambiente e o respeito pela cultura local, está se tornando cada vez mais popular entre os viajantes conscientes. Pensando nisso, o MTur disponibiliza o Mapa Brasileiro do Turismo Responsável, que destaca roteiros, experiências e destinos turísticos de todo o país com boas práticas de sustentabilidade e ações de turismo de base comunitária, onde a população é inserida no processo, estimulando o desenvolvimento local e a geração de renda.
A ação é um instrumento no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e de retorno econômico. As verbas são provenientes do orçamento próprio do órgão e, também, de emendas parlamentares apresentadas à Pasta.

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment