Rio de Janeiro (RJ) e Penedo (AL) são as cidades brasileiras selecionadas para concorrer à Rede de Cidades Criativas da Unesco

Parabéns, Rio de Janeiro (RJ) e Penedo (AL)! vocês são as cidades escolhidas para representar o Brasil nas categorias “Literatura” e “Cinema” (respectivamente) e vão participar da seleção para compor a Rede de Cidades Criativas da Unesco. A escolha dos dois municípios aconteceu nesta quinta-feira (22.06), após reunião de comitê formado por técnicos do Ministério do Turismo, da Cultura, e da Comissão Nacional para a UNESCO no Brasil.

Agora, as duas cidades passarão pela apreciação da Unesco para concorrer aos títulos de Cidade Criativa da Literatura (Rio de Janeiro) e Cidade Criativa do Cinema (Penedo) nesse seleto grupo mundial que evidencia os destinos como especialistas em suas categorias, ampliando a visibilidade do turismo brasileiro na comunidade internacional.

A Rede de Cidades Criativas da Unesco tem por objetivo favorecer a cooperação entre cidades que consideram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento sustentável, em seus aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais. As cidades que aderem à Rede comprometem-se a compartilhar boas práticas e a desenvolver parcerias para promover as indústrias da cultura e da criatividade no âmbito de seus planos de desenvolvimento urbano.

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, destacou a importância da promoção da criatividade para o desenvolvimento do setor. “O Brasil é o terceiro país com mais cidades criativas na Rede, tendo 12 municípios já agraciados com o título e ficando atrás apenas da China e da Itália. Estamos orgulhosos de tantas candidaturas que chegaram aos nossos técnicos e parabenizamos a todos, em especial às duas cidades selecionadas, pelo empenho em mostrar o potencial criativo do nosso país”, disse.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO – A missão do comitê de seleção era indicar duas cidades brasileiras de duas categorias diferentes das sete que já existem na Rede (são elas: Artesanato e Artes Populares; Cinema; Design; Gastronomia; Literatura; Artes Midiáticas – Comunicação e Mídia; e Música). A partir daí, os municípios deveriam ser escolhidos a partir da avaliação de critérios estabelecidos pela Unesco, como alinhamento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; história e o patrimônio da cidade; sinergia com outras áreas criativas; viabilidade financeira; capacidade do município em contribuir e engajar-se com a Rede; e engajamento de autoridades municipais na candidatura.

Também foram observadas a qualidade da apresentação em língua inglesa e o material de divulgação, como fotos e websites. Além disso, os técnicos levaram em conta a avaliação da Unesco, que aplica critérios de equilíbrio regional e temáticos na seleção das cidades, de modo a privilegiar áreas geográficas e especialidades criativas com menor representação na rede.

É importante ressaltar que os representantes dos ministérios envolvidos salientaram a complexidade na escolha das selecionadas, *dada a qualidade das candidaturas apresentadas, e louvaram a quantidade * de dossiês enviados por cidades de diferentes categorias do Mapa do Turismo (grande, médio e pequeno porte). Os inscritos trouxeram riqueza de detalhes e interesse em participar, o que mostra que o Brasil estará empenhado para indicar cidades de grande potencial nas próximas seleções.

REDE DA UNESCO – A última seleção realizada pelo Brasil para participar das Cidades Criativas da Unesco aconteceu em 2021, quando foram escolhidas as cidades de Campina Grande (PB) e Recife (PE) para participar do concurso. Os dois municípios foram reconhecidos como Cidades Criativas de Artes Midiáticas e da Música, respectivamente.

Além delas, outras dez compõem o seleto grupo no Brasil: Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG), na categoria de Gastronomia; Brasília (DF), Curitiba (PR) e Fortaleza (CE), na categoria de Design; Salvador (BA), em Música; Santos (SP), no Cinema; e João Pessoa (PB), como Cidade Criativa do Artesanato e Artes Populares.

ACESSE – Você pode conhecer os detalhes de todas as cidades brasileiras que fazem da Rede de Cidades Criativas da Unesco no canal do Youtube do Ministério do Turismo por meio da websérie “Cidades Criativas do Brasil”. 

CLIQUE AQUI e acesse

REDE BRASILEIRA – Inspirado pela Unesco, o Ministério do Turismo e o Ministério da Cultura vão implantar a Rede Brasileira de Cidades Criativas (RBCC), com o objetivo de apoiar e incentivar a adoção de ações locais e territoriais que reúnam governos municipais, empreendimentos desses setores e agentes criativos para gerar oportunidades de negócios, emprego, trabalho e renda.

A ação vai dar visibilidade aos destinos, utilizando o diferencial competitivo de segmentos como gastronomia, música, artesanato, entre outras atividades. Também está prevista a criação de um hub digital que vai permitir a inserção de dados e informações sobre as cidades da rede. A expectativa é que o primeiro edital de candidatas à iniciativa saia em 2023.

Estátua de Carlos Drummond de Andrade, no Rio de Janeiro (RJ). Crédito: Setur RJ

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment