Mobilização Histórica no Senado em Defesa do PERSE: Mais de 1.200 Envolvidos Pressionam por sua Manutenção

O setor hoteleiro brasileiro testemunhou um momento sem precedentes no Senado Federal, quando mais de 1.200 representantes do segmento, incluindo proprietários de hotéis, profissionais do ramo e líderes sindicais, uniram forças em uma mobilização histórica. Organizada pela Frente Parlamentar Mista da Hotelaria Brasileira (FPhotel), a iniciativa teve como objetivo central defender a manutenção do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE).

A mobilização da FPhotel no Congresso Nacional conta com o apoio de diversas entidades nacionais ligadas à indústria de hotéis (Divulgação)

No dia 5 de março, o plenário do Senado tornou-se palco de intensos debates e clamores pela continuidade do PERSE, um programa que tem sido crucial para a sobrevivência e recuperação do setor de eventos e, por extensão, do setor hoteleiro, desde sua implementação. Com a presença maciça de parlamentares, hoteleiros, profissionais do turismo e eventos, além de representantes sindicais, a mobilização demonstrou a relevância e a urgência do assunto.

A mobilização foi uma resposta à recente decisão do Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de encerrar o PERSE. No entanto, diante da pressão intensa e unificada do setor, um novo acordo foi estabelecido, comprometendo-se a discutir o futuro do programa em um projeto de lei com urgência constitucional. Essa nova rodada de negociações contará com a participação do Ministério da Fazenda, do Congresso Nacional e de representantes do setor produtivo.

Para o Senador Veneziano Vital do Rego, vice-presidente da Frente Parlamentar e um dos principais defensores do PERSE, a mobilização reflete a importância vital do programa para o setor hoteleiro e de eventos. “O PERSE é uma peça fundamental na recuperação desses setores, que foram duramente afetados pela pandemia. Sua continuidade é essencial para garantir a estabilidade e o crescimento sustentável dessas atividades”, afirmou o senador.

O presidente da FPhotel, deputado federal Gilson Daniel, destacou o engajamento e a determinação dos hoteleiros durante a mobilização. “O movimento realizado aqui hoje pelos hoteleiros mostra aos parlamentares a importância com que o setor de hotelaria encara a permanência do PERSE. Se o governo federal quer aumentar sua receita, ele tem que manter o PERSE, pois o programa estimula o consumo que faz aumentar a receita dos municípios e estados”, enfatizou o deputado.

Além da presença massiva no plenário do Senado, representantes da hotelaria nacional também se reuniram com parlamentares para discutir a importância econômica do PERSE. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Manoel Linhares, ressaltou que a extinção do programa traria consequências devastadoras para o setor, incluindo o fechamento de centenas de meios de hospedagem e a perda de milhares de empregos.

A mobilização no Congresso Nacional contou com o apoio de diversas entidades nacionais ligadas à indústria de hotéis, como a ABIH Nacional, as ABIH’s estaduais e do Distrito Federal, o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (SINDEPAT), entre outros.

A luta pela continuidade do PERSE é uma batalha crucial para o futuro da hotelaria e do setor de eventos no Brasil. A FPhotel e todas as entidades envolvidas permanecerão firmes na defesa dos interesses do setor, garantindo que suas vozes sejam ouvidas e que suas necessidades sejam atendidas.

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment