Em Pirenópolis (GO), Festa do Divino Espírito Santo reúne 30 mil turistas

Cultura e fé marcaram a Festa do Divino Espírito Santo, em Pirenópolis (GO), que em 2023 celebra 205 anos de história. O festejo é um dos mais importantes da região Centro-Oeste, acontece sempre no período de Pentecostes (cinquenta dias após a Páscoa) e foi responsável por receber, este ano, 30 mil visitantes. O festejo é uma tradição religiosa que envolve moradores e turistas, sendo também um presente para aqueles que querem imergir em uma manifestação cultural centenária.

Durante as festividades, os fiéis celebram o Divino Espírito Santo em um evento que conta com novenas, missas, procissões, folias, alvoradas, apresentações folclóricas e diversos outros rituais na zona rural e urbana. As atividades religiosas ainda estão acontecendo e vão até o dia 6 de junho, quando ocorre a coroação do novo imperador (que promete surpreender e encantar a todos os visitantes).

A Festa do Divino é uma das celebrações que contribuem para o fomento do Turismo Religioso, segmento responsável por gerar R$ 15 bilhões anualmente. Dados do Ministério do Turismo apontam que anualmente são feitas 8,1 milhões de viagens domésticas movidas pela fé (turistas, sem contar excursionistas). Somando com os excursionistas, o número chega a 18 milhões de viagens com essa motivação. Além disso, o setor atrai turistas estrangeiros que vêm ao Brasil com fins religiosos (são aproximadamente 30 mil viagens internacionais ao ano).

Para a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, a celebração, além de ser um importante evento para o turismo, também mantém vivas as tradições do povo goiano. “Os benefícios que a Festa do Divino traz para o nosso turismo é sem igual, pois além de ser um momento de fé é também recheada de alegria e faz com que os turistas vejam a beleza das tradições e da história do nosso povo. Ganha a cidade, que recebe viajantes de todo o Brasil, e ganha o turista, que vai viver uma experiência marcante”, ressalta a gestora.

“A festa é registrada como patrimônio imaterial do Brasil pelo IPHAN e recebeu o prêmio internacional passaporte aberto como melhor Festa do ano em 2022. Por tudo isso, tem se tornado referência e ganhado o olhar interessado dos turistas que cada vez mais querem saber sobre nossa cultura e também manifestam interesse em conhecer a nossa Festa.”, explica Vanessa Leal, Secretária de Turismo de Pirenópolis.

ATRAÇÕES – As Cavalhadas são uma das principais atrações da Festa do Divino Espírito Santo. As batalhas, representações teatrais que remontam à época medieval, contam a história das disputas entre mouros e cristãos. Os cavaleiros, vestidos a caráter, montam em seus cavalos utilizando espadas e lanças de madeira. Esse ano, a pedido dos pirenopolinos, a encenação volta a ser realizada no cavalhódromo da cidade, local tradicional e carregado de emoção e adrenalina.

Outra grande atração da festa são os Mascarados. Eles são personagens populares típicos das Cavalhadas, que saem às ruas fantasiados a cavalo e a pé. Segundo a tradição local, eram os escravos e agregados que, para participarem da festa, saíam de máscaras para não serem reconhecidos. Conhecidos também como “Curucucús”, por causa do som que emitem, são pessoas que se vestem com máscaras, roupas coloridas, luvas e botas. Enfeitam seus cavalos com fitas, tecidos, plantas e tudo quanto a criatividade mandar. Os mais tradicionais são aqueles com máscara de cabeça de boi, seguindo pelos que usam máscaras de onça, máscara de homem, e mais recentemente apareceram aqueles com máscaras de borracha.

*Com informações da prefeitura de Pirenópolis (GO)

Cavalhadas em Pirenópolis (G0). Crédito: Diego Monteiro

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment