Atrio amplia investimentos em tecnologia

Inovação é um dos pilares fundamentais na estratégia da Atrio Hotel Management, o que faz da busca por soluções que simplifiquem os processos e tragam benefícios para clientes, colaboradores e investidores um norte para a empresa, consolidada como a maior gestora hoteleira de capital 100% nacional e terceira maior do País.

A mais recente empreitada nesse sentido foi a migração da plataforma de front office (PMS) para o Opera Cloud, tecnologia em nuvem escalável e habilitada para dispositivos móveis que potencializa as operações, permitindo também a integração de aplicações de inteligência artificial.

Somente neste projeto, foram investidos R$ 3 milhões na ferramenta da Oracle, concluindo com sucesso a transição de quase 80 de suas propriedades para o Opera Cloud. Segundo Carlo Fabiano Pereira, Diretor de TI da empresa, “este foi um desafio significativo, porém indispensável, pois nos proporcionou a capacidade essencial para integrar novas soluções ao nosso sistema de front office. Isso amplia nossa aptidão para inovação, automatização de processos, adoção de aplicativos com IA, aprimoramento da experiência do hóspede e melhoria da eficiência operacional.

Iniciado a partir de Joinville (SC), o projeto foi desenvolvido e executado em 18 meses e tem como principal diferencial a Oracle Hospitality Integration Platform (OHIP), API pública que permitiu a integração da espinha dorsal do PMS com outros sistemas. “Antes, o processo de integração com softwares de terceiros era caro e realizado a partir de tempo já não nos atendia mais. A OHIP representa uma revolução tecnológica na indústria hoteleira, pois capacita clientes e parceiros a inovarem sem depender exclusivamente do fabricante do PMS”, pontua Pereira. Em termos práticos, uma das principais vantagens é a eliminação de erros manuais de lançamento de dados de cartão de crédito no PMS, além da unificação dos números de reserva e pagamentos, feitas automaticamente.

Utilizada por mais de 40 mil propriedades em todo o mundo, a solução é vista como o futuro da hotelaria. Neste sentido, o diretor de TI explica que a OHIP permite que a empresa vá além, sendo fundamental para viabilizar projetos inovadores em desenvolvimento na Atrio, como o Chatbot de Reservas com IA, o Fast Check-In, Totem para Self Check-In, Controle de Café da Manhã e Ficha Nacional de Registro do Hóspede (FNRH) Digital. “Alguns deles já estão em fase piloto, enquanto outros estão em processo de implementação”, diz. Isso traz um benefício extra à operação com o aumento da produtividade de funcionários que podem se dedicar a serviços de hospitalidade, já que não precisarão investir boa parte do tempo em tarefas repetitivas.

Em termos de melhora nos negócios, Pereira destaca a centralização de dados de clientes e de hotéis permitida pela tecnologia. “A consequência imediata foi a entrega de um sistema de Business Intelligence com os principais indicadores de todas as unidades, de fácil acesso a todos os executivos e gerentes gerais, o que agiliza a tomada de decisões estratégicas”, ressalta. Outro ganho importante foi a implementação do sistema de CRM para melhor gestão da carteira de clientes.

Carlo Fabiano Pereira, Diretor de TI da Atrio, Foto – divulgação.

Sobre o Autor

Related posts

Leave a Comment